A importância das capacitações técnicas no contexto da produção de alimentos em pequena escala

Isabela Zottmann da Silva, Daniele Lauck Pedroso, Luana Frohlich, Simone Weschenfelder

Resumo


As boas práticas de manipulação de alimentos são imprescindíveis para o oferecimento de alimentos seguros e de qualidade. O projeto de Extensão Gestão em Empreendimentos que Produzem Alimentos em Pequena Escala, da Universidade Feevale de Novo Hamburgo, desenvolve atividades neste sentido. No projeto são realizadas capacitações com empreendimentos que produzem alimentos ou então irão produzi-los. Nas capacitações, é importante considerar o conhecimento prévio sobre boas práticas de manipulação de alimentos que os beneficiados têm, verificar se é aplicado e incentivá-los a estarem se atualizando sobre o tema, pois trabalhar com alimentos é trabalhar com saúde.O objetivo deste trabalho foi relatar a experiência da oficina que foi realizada com os beneficiados sobre a importância da utilização de boas práticas na hora de preparar alimentos considerando seus contextos individuais de produção e desmistificar algumas condutas relacionadas à produção. Foi realizada uma oficina sobre Boas Práticas de Manipulação de Alimentos, na universidade Feevale campus II. A oficina foi ministrada por uma acadêmica do quinto semestre do curso de nutrição, que é bolsista do projeto e iniciou com a explicação do que são as doenças transmitidas por alimentos (DTA’s) e exemplos do que essas doenças podem causar para as pessoas. A oficina também contou com conteúdo que apresentava as formas de evitar que os alimentos fossem contaminados, utilizando o material das 5 chaves para uma alimentação segura da Organização Mundial da Saúde (OMS). A oficina teve caráter participativo, pois durante todo o tempo foi aberto espaço para dúvidas e até a utilização de exemplos do seu próprio negócio. Uma vez concluída a atividade, foi aplicado um questionário para ver o que os beneficiados aprenderam sobre as boas práticas e como eles poderiam aplicar no seu contexto de produção. Houve um momento em que os beneficiados puderam discutir com a ministrante as respostas do questionário. Neste momento, foi observado que 44% dos participantes tem dificuldade e/ou não acham importante colocar em prática alguns itens apresentados na oficina, pois, na opinião deles, “isso não alteraria a qualidade do seu produto”. Através deste retorno, pode-se perceber a necessidade de mais cursos de capacitação para a comunidade que produz alimentos. Os demais beneficiados (56%) se mostraram mais abertos e interessados em fazer ajustes nas suas manipulações, assim como pesquisar mais sobre o tema, a fim de ter uma produção de alimentos mais segura.


Palavras-chave


Manipulação de alimentos; Qualidade de alimentos; Capacitação para o mercado de trabalho

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


ENPEX - Salão de Ensino, Pesquisa e Extensão do IFRS Campus Canoas - ISSN 2359-3202

IFRS campus Canoas - Rua Dra. Maria Zélia Carneiro de Figueiredo, 870-A | Bairro Igara III | Canoas/RS.

Conheça nossos cursos técnicos e graduação: http://ifrs.edu.br/canoas | E-mail: enpex@canoas.ifrs.edu.br