IFRS-BG Si Vê: uma experiência de empoderamento dos cidadãos no processo de produção de notícias

Solange Maria Fossa, Pedro Bruscato Corrêa, Joshua Giacobo, Áureo Vandré Cardoso

Resumo


Nesta comunicação apresentamos um relato sobre o Projeto de Extensão IFRS-BG Si Vê. Criado em 2016, seu principal objetivo consistia em produzir e publicar no Facebook vídeos divulgando ações de ensino, pesquisa e extensão, propiciando à comunidade acadêmica do Campus Bento Gonçalves do IFRS e aos parceiros a atuação em todo o processo de produção da notícia. Em 2017 eles passaram a ser publicados também no YouTube. Os protagonistas nesse processo são os estudantes da Instituição de diversos cursos, os servidores e as entidades parceiras. Dessa forma, além de promover a produção e a difusão de notícias, o Projeto trabalha com o objetivo de propiciar condições para que os alunos desenvolvam competências relacionadas à comunicação midiática, informacional e interpessoal, contribuindo também na sua formação para enfrentar os desafios postos pela sociedade da comunicação e da informação. A metodologia utilizada para a geração dos conteúdos tem como referência o guia da Oficina TV Escola e contemplas as seguintes etapas: roteiro; pré-produção; gravação; edição; publicação. A primeira atividade realizada é a definição do tema que será pautado. Em seguida, é elaborado o roteiro com a entidade parceira. Nesse momento é decidido o que gravar, com qual finalidade, para qual público e como gravar. É nessa fase, então, que se define a abordagem, as fontes e as imagens que serão utilizadas e é realizada a preparação da sinopse. A pré-produção é, também, uma das fases de planejamento do vídeo, com o agendamento das datas e horas de gravação, verificação de todos os equipamentos que serão utilizados, ensaio do(s) apresentador(es) e a preparação do cenário. Na sequência é feita a gravação, ou seja, a captação audiovisual. A fase da edição acontece na seguinte ordem: transferência dos vídeos gravados para o computador; “visionagem”, que consiste em assistir as gravações; descrição do material “bruto” (decupagem); seleção do que será utilizado; edição utilizando o programa Wondershare Filmora. Em 2016 foram produzidos 10 vídeos que alcançaram 66.107 pessoas, os quais foram visualizados por 17.945 usários do Facebook. Para 2017 foi programada a elaboração de 20 vídeos. Até o final de julho foram publicados 11. No primeiro semestre de execução do Projeto neste ano constatou-se uma evolução na participação ativa da comunidade interna e externa em relação ao ano anterior.


Palavras-chave


Redes sociais; Empoderamento; Produção de notícias

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


ENPEX - Salão de Ensino, Pesquisa e Extensão do IFRS Campus Canoas - ISSN 2359-3202

IFRS campus Canoas - Rua Dra. Maria Zélia Carneiro de Figueiredo, 870-A | Bairro Igara III | Canoas/RS.

Conheça nossos cursos técnicos e graduação: http://ifrs.edu.br/canoas | E-mail: enpex@canoas.ifrs.edu.br