Marcas da modernidade líquida na literatura contemporânea: uma biópsia da obra de Patrícia Melo

Maximiliano Kunrath Serôa, Cimara Valim de Melo

Resumo


Em meio a um crescente projeto de globalização, a contemporaneidade encontra-se em processo de constantes mudanças, as quais interferem inevitavelmente na cultura de cada povo. São esses trânsitos internacionais, estudados pela ótica da literatura brasileira contemporânea, o objeto de estudo do projeto Transnacionalidades: literatura, processos tradutórios e educação (IFRS – Campus Canoas). Dessa forma, a presente pesquisa busca identificar características da sociedade atual na literatura contemporânea, sob a perspectiva da teoria da modernidade líquida de Zygmunt Bauman. Esse objetivo decorre da concepção de que, sendo parte da produção cultural de um povo inserido em um determinado contexto, a literatura é capaz de representar com fidelidade as complexas relações sociais e pessoais de determinado tempo-espaço. Portanto, um estudo das obras literárias contemporâneas pode levar a uma melhor compreensão do período em que foram publicadas. O método a ser utilizado consiste em pesquisa de abordagem qualitativa e finalidade descritivo-explicativa, com procedimento bibliográfico. Para isso, o corpus literário deste trabalho será composto por três obras literárias de autoria da escritora brasileira Patrícia Melo, escolhida por sua positiva recepção internacional: Acqua toffana (1994), Elogio da Mentira (1998) e Valsa negra (2003). Para tal, a partir do aporte teórico escolhido, características da sociedade líquida apontadas por Bauman serão compiladas e categorizadas de acordo com os aspectos comportamentais intra e interpessoais das relações humanas. Posteriormente, traçar-se-á os perfis dos protagonistas dos três livros a partir das vozes narrativas presentes, para fins de elaboração de um quadro comparativo, com a descrição de seus comportamentos, sentimentos, relacionamentos, raciocínios e motivações. Por fim, os dados obtidos em ambas as etapas serão cruzados para a fase de análise. Através desta investigação, busca-se analisar a sociedade contemporânea a partir de sua representação pela produção literária de escritores em processo de internacionalização, além de estabelecer uma ligação teórico-crítica entre literatura e sociedade em tempos de liquidez das relações humanas.

Palavras-chave


Modernidade líquida; Literatura contemporânea; Patrícia Melo

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


ENPEX - Salão de Ensino, Pesquisa e Extensão do IFRS Campus Canoas - ISSN 2359-3202

IFRS campus Canoas - Rua Dra. Maria Zélia Carneiro de Figueiredo, 870-A | Bairro Igara III | Canoas/RS.

Conheça nossos cursos técnicos e graduação: http://ifrs.edu.br/canoas | E-mail: enpex@canoas.ifrs.edu.br