Licenciandos em aprendizagem colaborativa: adaptação de materiais didáticos de ensino-aprendizagem para alunos de inclusão

Ivan de Almeida Fiorotti, Elena Raquel Ribeiro da Silva, Carina Loureiro Andrade, Naiara Greice Soares

Resumo


No atual contexto educacional, cada vez mais surgem discussões acerca do tema inclusão, pois o ingresso de pessoas com deficiência, nas instituições de ensino superior, está aumentando progressivamente. Dentre estas discussões, dois assuntos são mais destacados: a problematização das metodologias presentes em sala de aula e a permanência desses estudantes nas instituições. Com base nisso, em 2016, no IFRS – Campus Canoas, foi desenvolvido o projeto de ensino intitulado “Matemática para Deficientes Visuais”, o qual foi executado por dois bolsistas licenciandos em matemática, tendo como objetivo adaptar materiais específicos do curso de Licenciatura em matemática para aprendizagem de alunos em situação de inclusão. Para o desenvolvimento do projeto, realizou-se acompanhamentos, em sala de aula e extraclasse, de uma aluna de baixa visão, nas disciplinas em que ela estivesse matriculada, utilizando algumas tecnologias assistivas para o aprimoramento e adaptação de materiais. Em 2017, foi modificado o projeto anterior, que contemplava somente alunos com deficiência visual, para abranger alunos com outras deficiências (mais especificamente alunos com deficiências visual e auditiva), intitulado Matemática e Inclusão: licenciandos em aprendizagem colaborativa. Com este projeto, deu-se prosseguimento aos trabalhos já realizados anteriormente com a aluna deficiente visual, porém com algumas
modificações. Dentre elas, a leitura e a escrita em Braille, utilizando a máquina de escrever Braille e uma reglete, a partir de uma parceria entre o presente projeto e a Associação de Cegos do Rio Grande do Sul. Simultaneamente, os participantes do projeto buscaram capacitarem-se através de cursos on-line de LIBRAS, para que tivessem maior proximidade com um aluno surdo e, juntamente com um dicionário de LIBRAS (Língua Brasileira de Sinais), foram planejados atendimentos extraclasse para realizar retomadas de conteúdos
já discutidos nas disciplinas que o aluno encontra-se matriculado. Conforme previsto no Plano de Trabalho deste projeto, está sendo planejado o 1º Seminário de Inclusão e Matemática, que será realizado no IFRS – Campus Canoas no mês de setembro, para proporcionar maior envolvimento dos participantes e dos demais licenciandos com a temática da inclusão a partir de palestras, relatos de experiências, discussões e oficinas voltadas à temática da inclusão. Com o decorrer deste projeto, já conseguimos constatar um melhor envolvimento e entendimento destes alunos de inclusão no coletivo, ao mesmo tempo em que notamos uma maior participação dos alunos desta instituição com questões de inclusão. Dessa forma, ressalta-se a necessidade das instituições promoverem ações e iniciativas voltadas para a inserção, a permanência e o êxito acadêmico, principalmente deste público.


Palavras-chave


Inclusão; Tecnologias assistivas; Pessoa com deficiência

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


ENPEX - Salão de Ensino, Pesquisa e Extensão do IFRS Campus Canoas - ISSN 2359-3202

IFRS campus Canoas - Rua Dra. Maria Zélia Carneiro de Figueiredo, 870-A | Bairro Igara III | Canoas/RS.

Conheça nossos cursos técnicos e graduação: http://ifrs.edu.br/canoas | E-mail: enpex@canoas.ifrs.edu.br