Mapeamento dos resíduos de equipamentos eletroeletrônicos em Canoas

Talita Barreto Nascimento de Freitas, Jaqueline Terezinha Martins Côrrea Rodrigues

Resumo


A crescente utilização de equipamentos eletroeletrônicos resulta em aumento dos resíduos oriundos destes equipamentos, chamados de resíduos de equipamentos eletroeletrônicos (REEE), que podem contaminar o solo, a água, e o ar se não tiverem a destinação correta. A Política Nacional de Resíduos Sólidos (PNRS), aprovada em 2010, determina qual deve ser a destinação correta de cada tipo de resíduo e a obrigatoriedade da logística reversa para os eletroeletrônicos.  Além disso, a responsabilidade pela implantação deste sistema passa a ser compartilhada por fabricantes, comerciantes, importadores e representantes. De acordo com a PNRS, logística reversa é definida como um conjunto de ações, procedimentos e meios destinados a possibilitar a coleta e a restituição dos resíduos sólidos ao setor empresarial responsável, com a finalidade de ser reaproveitado ou dado outra destinação final ambientalmente adequada. Alguns municípios estabelecem parcerias com as organizações que gerenciam este tipo de resíduos, como Canoas, que tem convênio com a Coopertec, uma cooperativa, que auxilia na coleta e destinação correta dos REEE. Observa-se, portanto, que para a logística reversa seja implantada de forma satisfatória é necessário conhecer as características dos produtos a serem captados, a localização geográfica dos pontos de coleta e dos destinos e entender os diferentes fatores que influenciam o consumidor no momento do descarte dos REEE. O objetivo principal deste projeto é mapear a cidade de Canoas no que tange ao volume de REEE coletados em cada bairro, identificando os pontos críticos de descarte irregular, por exemplo. A metodologia a ser utilizada consiste em revisão bibliográfica do tema, pesquisa qualitativa (entrevistas pessoais, observações), pesquisa quantitativa (dados históricos de volumes coletados pela Coopertec e outras informações de outras fontes) e utilização de métodos de previsão de demanda. Como resultado espera-se determinar os locais onde há maior descarte irregular dos REEE, os locais onde o volume destes resíduos é mais elevado e a previsão do volume de resíduos a ser coletado na cidade baseado nos dados históricos.


Palavras-chave


Resíduo de equipamentos eletroeletrônicos; Previsão de demanda; Logística reversa; Gestão da produção

Referências


BRASIL. Lei n° 12.305. Política Nacional de Resíduos Sólidos. 02 de agosto de 2010.

LEITE, P.R. Logística Reversa: meio ambiente e competitividade. São Paulo: Pearson Prentice Hall, 2009.

SHIBAO, F.Y.; MOORI, R.G.; DOS SANTOS, M. R. A logística reversa e a sustentabilidade empresarial. Anais. XIII SemeAD. set 2010.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.


ENPEX - Salão de Ensino, Pesquisa e Extensão do IFRS Campus Canoas - ISSN 2359-3202

IFRS campus Canoas - Rua Dra. Maria Zélia Carneiro de Figueiredo, 870-A | Bairro Igara III | Canoas/RS.

Conheça nossos cursos técnicos e graduação: http://ifrs.edu.br/canoas | E-mail: enpex@canoas.ifrs.edu.br