Desenvolvendo o raciocício lógico-matemático com o jogo Campo Minado adaptado para deficientes visuais

Tais Marangon, Tauana Rosa de Souza, Denise Schneid, Franciele Krein, Mariana Duro

Resumo


A seguinte proposta trata-se de realizar a exposição de um jogo elaborado na disciplina de Metodologias para o Ensino de Matemática do segundo semestre do curso de Licenciatura em Matemática do IFRS-Campus Canoas, com objetivo de possibilitar a aprendizagem de matemática e do raciocínio lógico através do lúdico, na escola básica. Escolhemos adaptar o jogo Campo Minado, pois pensamos em um jogo de estratégia que possa ser utilizado também com alunos que tenham deficiência visual. O jogo consiste em um tabuleiro, quadrado e quadriculado, com células na horizontal numeradas de 1 a 8, e na vertical, de A à H, totalizando assim 64 possibilidades de células. O participante deverá escolher uma linha e uma coluna qualquer, o que no encontro das duas resultará em uma célula, vamos chamar de célula X, nesta célula haverá uma expressão matemática, que indicará um número, por exemplo, 3¹ (que é igual a 3). Assim, o participante saberá que entre as 8 células dispostas ao redor da célula X, há 3 possibilidades de “bombas”. No total, 14 células são bombas. O jogo acaba assim que o aluno achar uma dessas bombas. Nesse caso, o professor pode dispor outra configuração estratégica de jogo, para que o mesmo recomece. Pode-se jogar individualmente ou em grupo, nessa última possibilidade, podendo praticar o raciocínio e a estratégia em equipe. O objetivo do jogo é estimular o raciocínio e a estratégia dos alunos, fazendo com que eles terminem o jogo sem que nenhuma bomba seja descoberta. Para realizarmos o jogo modelo utilizaremos o material de EVA mais grosso na base, onde as linhas e as colunas serão separadas pelo mesmo EVA, que, por ser um material acessível, facilitará a confecção dos próximos jogos que poderão ser usados em sala de aula. Utilizaremos também cola de tecido para marcarmos as expressões e marcações em braile e com caneta permanente marcaremos as mesmas observações nas células. Essas células estarão tapadas com um EVA mais fino, que deverá ser retirado pelo aluno assim que a escolha da célula X for realizada. Quando a expressão for resolvida, ela poderá ser substituída por um “quadrado” que terá a resposta, por exemplo, assim que o aluno resolver a expressão 3¹, a célula que continha esta expressão será substituída pela célula com o número 3, que é a resposta, caso apareça na célula a imagem da bomba, o jogo encerrar-se-á. As expressões serão em quadrados removíveis, pois assim o jogo pode ser remontado diversas vezes. O desenvolvimento do raciocínio estratégico será estimulado, a partir de questionamentos propostos pelo professor facilitador da atividade. Espera-se com a realização desta atividade que os alunos possam interagir, sendo deficientes visuais ou não, participando de uma atividade lúdica que, ao mesmo tempo, possa possibilitar o desenvolvimento de um raciocínio estratégico lógico-matemático.


Palavras-chave


Jogo campo minado; Matemática para deficientes visuais; Jogos adaptados para ensino de matemática

Referências


Disponível em: http://olimpiada.ic.unicamp.br/pratique/programacao/nivelj/2011f1pj_campominado


Apontamentos

  • Não há apontamentos.


ENPEX - Salão de Ensino, Pesquisa e Extensão do IFRS Campus Canoas - ISSN 2359-3202

IFRS campus Canoas - Rua Dra. Maria Zélia Carneiro de Figueiredo, 870-A | Bairro Igara III | Canoas/RS.

Conheça nossos cursos técnicos e graduação: http://ifrs.edu.br/canoas | E-mail: enpex@canoas.ifrs.edu.br